15 julho 2009

O que está acontecendo com a beleza na BMW?

Talvéz seja implicância minha, mas tenho para mim que a BMW está derrapando no design de seus carros mais atuais, como série 5 GT, a "all new" série 7, X3, essa última nem tão nova assim.
Como dizia um dos antigos chefões da VW que não me lembro o nome, "está tão bom do jeito que está, para que mexer então?". Vale lembrar que ele disse isso sobre uma possível alteração no antigo Fusca, imagine agora o que ele diria sobre a série 7 atual, por exemplo.
Resalvo novamente o fato disso estar de acordo c/ a minha opinião (e de mais algumas muitas pessoas) sem querer entrar em confronto com outras.
Realmente me considero um pouco conservador, mas achava a série 7 modelo 2002 tão bonita, simpática e robusta ao mesmo tempo. Foi criticada pelo estilo (Chris Bangle) de ser, mas no fundo, muitos admiravam a grandalhona, afinal, aquelas lanternas esquisitinhas davam-lhe um ar de exclusividade que não a deixava confundir com nenhum outro carro. Já a atual não. Me desculpem os que adoraram, mas o modelo 2009/10 está sem graça e bastante... Feio!
Fala a verdade, a identidade do modelo 2002 foi jogado no lixo. Polêmico ou não, a antiga série 7 era marca registrada, ouso dizer, um divisor de águas na BMW! A nova não tem harmonia, nem estravasa, nem assuta, apenas atualiza, pateticamente, o topo da gama. Se tirarem as entradas duplas de ar na dianteira e os logotipos... pronto - pairá no ar uma dúvida: de que marca é esse carro?
Saindo da série 7 e entrando na 5 GT não muda muita coisa, nem o design entre elas...
Já a X3 se difere das duas acima, mas não para melhor. Gostei do que o C. Bangle fez com a série 7 em 2002, com a série 5 sedan posteriormente e até com a série 3, mas desaprovo totalmente a X3. Sobre ela penso que adoraria ter uma, pelo fato da qualidade (essa sim, indiscutível) da marca baviera e por que gosto muito de SUVs, mas toda vez que a visse na garagem pensaria: "que feia!".
Agora, saindo também da BMW (mas ainda na Alemanha), falarei sobre a estrela brilhante no céu azul escuro: Mercedes-Benz, uma querida minha, mas que também vem se esquecendo da beleza. Nesse caso, não tão agravante quanto na BMW, resalvo apenas a S-class (pensaram que eu iria falar da R-class né? Erraram). O modelo 1998-2005 é sem dúvida um dos mais bonitos do mundo pra mim. Evoluiu da versão anterior (também um belo carro), se modernizou, avançou no tempo e manteve a classe (S no caso), sem estravagâncias e borros de feiura. Simplesmente bonita. Arrebatadora de corações! Antes de entrar e sentir o conforto e a tecnologia do sedan de 5 metros, vc já está apaixonado pelo design do lado de fora, e fica o admirando por mais uns 2 minutos... É disso que estou estou falando.
A nova, atual, não acho feia, mas deixou a suavidade um pouco de lado. No facelift do modelo 2010, melhoraram alguns aspectos, como os terríves riscos na cor da lataria dividindo as lanternas. O GLK também ficou meio estranho, mas vou deixar passar, vai...
Poderia falar (reclamar na verdade) sobre o design de muitos atuais, mas isso farei com o tempo. Apenas quis mostrar pra vocês um pouco mais do meu ponto de vista sobre desenho dos carros, coisa que gosto muito. Quero deixar claro também, que sou completamente a favor da modificação dos carros com o passar dos anos. Isso é essencial e execelente.
Apenas começo a pensar que alguns designers por ai estão meio sem se importar com aquilo que é de obrigação deles fazer, belos carros!
Sabe quando vc vê aquele quadro abstrato, cubista, que todo mundo acha lindo e indiscutível, eu normalmente os admiro também, mas no fundo os acho feios e prefiro aquele de paisagem ao lado, bem feito, caprixado e harmonioso... Paciência.

Abraço para todos!

BMW série 7 (2002)


BMW série 7 (2009)


BMW X3


Mercedes-Benz S-class (1998-2005)


Mercedes-Benz S-class (2006)

2 comentários:

Marcus disse...

Legal! Continue assim :]

Carro Esportivo Brasileiro - Márcio disse...

Seu Blog tá legal, vou passar sempre que der por aqui!
Abç